23
Dom, Abr

Atlético Nacional empata com o Huracán e segue invicto na Libertadores

Futebol
Tipografia

No jogo de abertura das oitavas de final da Copa Libertadores, o Huracán recebeu o Atlético Nacional, e o time colombiano conseguiu segurar o empate por 0 a 0.

Jogando em Buenos Aires, o Atlético Nacional fez um jogo discreto no setor ofensivo, mas conseguiu segurar os ataques do time da casa e manter a invencibilidade na Libertadores. Com o empate nesta terça, são sete jogos, com cinco vitórias, dois empates, e nenhum gol sofrido.

O jogo de volta acontece na próxima terça-feira, dia 03/05, às 21h45 (de Brasília), no estádio Atanasio Girardot, casa do Atlético.

A partida começou com o espírito característico da Libertadores: entradas duras e muita discussão. Com a bola rolando, o Huracán iniciou o duelo com mais perigo. Aos cinco minutos, Espinoza arriscou depois de confusão na área e quase surpreendeu o goleiro Armani. O Atlético, sensação da competição na fase de grupos, se defendia e apostava nos contra-ataques. Aos 11 minutos, Alejandro Guerra lançou boa bola para Berrío, que dividiu com o goleiro e viu o arqueiro levar a melhor.

Depois dos 20 minutos iniciais, o Atlético Nacional conseguiu equilibrar a partida, tocando bola no campo de defesa do adversário. Berrío chegou a finalizar boa bola de cabeça, mas por cima do gol defendido por Marcos Diáz. A grande chance do jogo se desenhou no final do primeiro tempo. Após cobrança de falta, Mancinelli aproveitou a sobra da bola dentro da área e chutou firme, mas por cima do gol.

Já na etapa final, o Atlético apostava em lançamentos longos, que a zaga do Huracán afastava. Em uma das poucas bolas longas que o ataque colombiano conseguiu aproveitar, Berrío saiu cara a cara com o goleiro, mas ficou sem ângulo para finalizar. Poucos minutos depois, Pérez dividiu com o marcador dentro da área e foi ao chão, porém, o juiz mandou o jogo seguir.

Perto do final da partida, as duas equipes tiveram chances para balançar as redes. Copete recebeu passe de Pérez e arriscou de fora da área, a bola parecia ter endereço certo, mas ganhou altura e passou por cima do gol. Já nos acréscimos, o Huracán abriu mão da defesa e se lançou ao ataque. Após bola levantada na área, Mancinelli finalizou de primeira e viu o goleiro Armani defender em dois tempos e garantir o empate por 0 a 0.

FICHA TÉCNICA
HURACÁN 0 X 0 ATLÉTICO NACIONAL

Local: Tomás A. Ducó

Data: 26 de abril de 2016, terça-feira

Horário: 19:30 horas (Brasília)

Árbitro: Patricio Polic (CHI)

Cartões amarelos:Ábila (Huracán); Mejía, Sebástian Pérez (Atl. Nacional)

HURACÁN: Marcos Díaz; San Román, Hugo Nervo, Mancinelli e Balbi; Matías Fritzler, Bogado, Daniel Montenegro (Gamarra) e Mariano González (Miralles); Cristian Espinoza e Ramón Ábila
Técnico: Eduardo Domínguez

ATLÉTICO NACIONAL: Armani; Bocanegra, Felipe Aguilar, Davinson Sánchez Mina e Farid Díaz; Mejía, Sebastián Pérez e Alejandro Guerra (Quiñónes); Jonathan Copete, Berrío (Ibarguen) e Luis Ruiz (Ibarbo)
Técnico: Reinaldo Rueda

 

 

Fonte: MSN Brasil

Assine a nossa newsletter para receber gratuitamente notificações via e-mail de nossas promoções, eventos e novidades.